Jalapão

Tocantins, Brasil.

O Jalapão fica no extremo leste do Tocantins, fazendo divisa com Bahia, Maranhão e Piauí. A região leva o nome pela jalapa, flor comum no Cerrado brasileiro. Apesar do isolamento, a região está entre as mais bonitas do país graças à vida e às cores que emanam da natureza. No meio do cerrado surgem jardins de capim dourado, enquanto longínquas estradas de muita terra levam a verdadeiros oásis cercados por cachoeiras, poços de águas verde-esmeralda, dunas gigantescas....O melhor lugar para curtir o pôr do sol é do alto das gigantescas dunas alaranjadas.

A região é formada por oito municípios, sendo que as principais cidades bases para os turistas que desejam visitar o local são Ponte Alta do Tocantins, Mateiros e São Félix do Tocantins. As cidades não oferecem grandes hotéis ou hospedagens luxuosas. Para percorrer as principais atrações do Jalapão, o ideal é dividir a hospedagem entre as principais cidades bases e fazer o percurso circular, com saída e chegada em Palmas. Assim você estará mais próximo às atrações e não perderá horas desnecessárias em deslocamento. 

Informações
  • Moeda: Real
  • Vacina: Não
  • Visto: Não
Atividades

O roteiro mais popular para conhecer o Jalapão é o chamado "Volta ao Parque do Jalapão", que tem duração aproximada de 4 dias e passa nos principais atrativos do parque, atravessando as cidades de Ponte Alta, Mateiros, São Félix do Tocantins e retornando novamente para Palmas. Esse roteiro pode ser feito nos dois sentidos, iniciando em Ponte Alta ou em São Félix do Tocantins, com término sempre em Palmas.

Os principais atrativos do Jalapão estão concentrados principalmente entre Mateiros e São Félix do Tocantins. Em Mateiros, a 160 quilômetros de distância de Ponta Alta do Tocantins, é onde está concentrada a maioria das atrações, como a Cachoeira do Formiga, as praias fluviais, as belas e altas dunas alaranjadas e o vilarejo de Mumbuca, onde é produzido o artesanato com capim dourado. Já em São Félix do Tocantins, a cerca de 80 quilômetros de Mateiros, estão os fervedouros, que são pequenos e belíssimos poços de águas quentes e cristalinas formadas de uma nascente de um rio subterrâneo.


Gastronomia

Culinária local comida caseira. Carne de panela, farofa de paçoca/carne seca, jerimum/abóbora, macaxeira/mandioca, asa de galinha são comuns nos restaurantes montados em casas de taipa nas entradas dos fervedouros.

Doces de leite e rapadura são as sobremesas mais comuns. Há estabelecimentos que vendem picolés e sorvetes de frutas do cerrado, como buriti, murici, etc.

As bebidas típicas são sucos das mencionadas frutas do cerrado e cachaças com jalapa (que dá nome ao parque), abacaxi, murici ou cajuí. Se não gostar de nada disso, você encontra refrigerantes e cervejas, além de sucos mais comuns (acerola e maracujá).

Fale Conosco pelo Whats